«

»

Feb 23

Artefatos semelhantes a alienígenas apresentados em mini documentário

A hipótese dos antigos astronautas ainda é muito investigada – Crédito: ufoconnection2012.

Em busca de vestígios ancestrais da presença extraterrestre.

Durante as últimas décadas, nossas ciências acadêmicas vêm descobrindo fatos e mergulhando em teorias cada vez mais surpreendentes com relação ao passado humano, ficando evidente que nossos ancestrais eram muito mais evoluídos do que supúnhamos e que, provavelmente, toda essa tecnologia tenha sido recebida através de contatos que povos aparentemente primitivos tiveram com civilizações vindas do espaço. Essas constatações e indícios fizeram com que surgisse a Ufoarqueologia, uma linha de pesquisa dentro da Ufologia que investiga a presença de seres extraterrestres intervindo no passado remoto de nossa humanidade através da arqueologia, paleontologia, antropologia, sociologia, como também a própria história.

A existência e epopeia do Homo sapiens é muito curta se comparada ao planeta e, quiçá, ao universo. Possui cerca de 40 mil anos de civilização, mas mesmo assim temos muito pra contar. Descobrimos o fogo, criamos a roda, as religiões, sociedades, leis e atualmente estamos dando grandes passos na área tecnológica e espacial. Conquistamos pessoalmente a Lua, nossos robôs-sonda estão espalhados pelo Sistema Solar e estaremos em breve caminhando em terras marcianas, mas a principal pergunta ainda permanece: estamos sozinhos no universo? Mas então, onde estão nossos irmãos cósmicos?

Mesmo viajando a velocidade da luz (300 mil km/s), levaríamos quatro anos para alcançarmos a estrela mais próxima. Albert Einstein dizia que fendas no espaço, os chamados Buracos de Minhoca ou Buracos Negros [Wormholes, no inglês] poderiam nos levar às estrelas mais distantes. Infelizmente, ainda não chegamos a comprovar esta hipótese, devido ao nosso recente e iniciante avanço espacial. Essa poderia ser então, uma das chaves das viagens espaciais?

Civilizações mais antigas que a nossa humanidade e com séculos, milênios (ou dezenas de milênios) a mais de experiência poderiam realizar jornadas desse tipo? Temos muitos indícios e evidências de que seres inteligentes mais avançados tecnologicamente nos visitaram, desde o início até a atual data em suas naves, os chamados discos voadores ou UFOs. Livros considerados sagrados como Mahabharata ou Mahabarata, Alcorão ou Corão, a Bíblia no Antigo e Novo Testamento, como doutrinas de todos os continentes, culturas e raças – sem esquecer dos chamados apócrifos e manuscritos -, trazem narrações complexas e fantásticas, onde seres com dons especiais, classificados pelos povos antigos como deuses, anjos e demônios nos acompanharam, chegando até mesmo interferir na nossa história.

Registros, escritas e pinturas em cavernas (rupestres), artes medievais e vários artefatos encontrados, sem conclusão ou explanação científica, ainda contorcem a ciência moderna e muitos casos permanecem nos “porões” arqueológicos, simplesmente abandonados por falta de resolução.

Um mini documentário disponibilizado recentemente demonstra ainda mais descobertas nesta área. Assista-o na íntegra:

CRÉDITO: CAPCOMESPACE

Foguetes espaciais há milhares de anos? De onde viriam?

Foguetes espaciais há milhares de anos? De onde viriam?

________________________________________________________________________________________

Crédito:  Revista UFO

Link: http://www.ufo.com.br/noticias/artefatos-semelhantes-a-alienigenas-apresentados-em-mini-documentario